Bolo Victoria Sponge de Laranja com Geléia de Amora


15181136_10208272381347701_7593555946524028049_n

Aproveitando que comprei minhas formas de bolo na Black (duas pelo preço de uma! :D), finalmente fiz a receita do bolo Victoria Sponge, um clássico inglês. Esse bolo, tipo pão de ló, é recheado com geleia e creme de leite batido em ponto de chantilly e coberto com uma camada de açúcar.
15241271_10208272380707685_4090073123999512370_n
A receita que posto é uma versão minha, depois de misturar as receitas de dois livros dos meus preferidos (“Minha Doce Vida”, do Helio Fenerich e “How to Be a Domestic Goddes”, da Nigella Lawson e adaptar para a quantidade de manteiga que tinha em casa (200g). Eu adicionei raspas de laranja, porque a combinação entre laranja e amora é uma das minhas favoritas.
15181416_10208272380107670_3860353424393412650_n

Ingredientes:

  • 200g manteiga sem sal amolecida
  • 200g de açúcar cristal
  • 4 ovos em temperatura ambiente
  • 175g de farinha de trigo
  • 25g de amido de milho
  • 3 colheres  (chá) de fermento em pó
  • raspas de uma laranja
  • um pouco de leite em temperatura ambiente, se necessário
  • geleia de amora a gosto
  • 150g de nata ou creme de leite fresco
  • açúcar refinado ou de confeiteiro para polvilhar

Modo de Preparo:

Preaqueça o forno a 180ºC, unte duas formas redondas de 22cm com manteiga e forre com papel manteiga (corte dois pedaços do papel manteiga no mesmo tamanho e formato das formas).
Numa tigela grande acrescente a manteiga amolecida, o açúcar e as raspas de laranja. Com uma batedeira, bata até que a mistura fique esbranquiçada. Continue batendo e adicione os ovos um por vez.
Numa outra tigela, misture a farinha, o amido de milho e o fermento em pó. Peneire metade da mistura na tigela com a manteiga e bata mais um pouco. Peneire o restante e bata novamente, apenas até a massa esteja homogênea, com cuidado para não bater demais. A massa deve ser mole e com uma consistência que cai fácil do batedor. Caso isso não aconteça, adicione um pouco de leite, apenas até chegar a essa textura. Mas tome cuidado para não adicionar leite demais!
Divida a massa nas duas formas, de forma que ambas fiquem com praticamente a mesma quantidade de massa (gosto de usar uma balança para isso, mas não é necessário).
Asse por 20 a 25 minutos, sem abrir o forno, mas espiando pelo vidro. Quando assados, eles devem se soltar das laterais e, ao pressionar o topo dos bolos com o dedo e soltar, a massa deve voltar ao lugar rapidamente. Cuidado para não assar demais, pois o bolo acaba ficando seco caso isso aconteça.
Deixe esfriar por 5 minutos na forma e depois desenforme, transferindo os bolos para uma grade de resfriamento. Se você não tiver as grades, coloque-os em dois pratos rasos forrados com papel toalha, que deve absorver qualquer umidade extra.  Deixe esfriando completamente.
Quando estiverem totalmente frios, transfira um dos bolos para o prato onde irá servi-lo, com o topo para baixo. Bata o creme de leite ou nata até o ponto de chantilly e espalhe pelo bolo. Acrescente o quanto quiser de geleia de amora sobre o creme. Coloque o outro bolo, com o topo para cima e polvilhe com o açúcar.

 

 

Anúncios

O meu Bolo de Chocolate preferido do momento – e também o mais fácil!


Não sei se é o mais fácil do mundo, mas é, sem dúvida, o mais fácil que eu conheço. Além disso, ele virou um dos meus bolos de chocolate favoritos!
Para fazer a massa você só precisa de uma tigela e uma colher de pau, além de xícaras e colheres de medida e mais nada!
bolochoc
E a receita não é novidade nenhuma, porque ela é um clássico americano, criada na época da grande depressão, onde ingredientes como ovos, manteiga e leite eram escassos. Por lá ele é conhecido como Crazy Cake, Wacky Cake… Já a cobertura foi uma invenção minha, só pra deixar esse bolo ainda mais fácil!
bolochocc

Continuar lendo “O meu Bolo de Chocolate preferido do momento – e também o mais fácil!”