Risoto sem mistérios!

risottoscurso

Risoto é um dos meus pratos favoritos, mas confesso que sempre me decepcionei um pouco ao tentar fazê-lo em casa. Sentia que faltava alguma coisa e nunca ficava no ponto que gosto.
Depois de fazer um mini curso esta semana, descobri que, na verdade, o preparo é simples e funciona como uma terapia! É gostoso mexer o risoto, sentindo os aromas e relaxando, enquanto o arroz vai absorvendo o caldo aromático e se transformando num creme delicioso.
Depois que você aprende a base, fica fácil usar e abusar da imaginação (e do que tem na dispensa) para criar seus próprios sabores.
Abaixo listei algumas dicas que aprendi e que irão te ajudar a preparar um risoto delicioso, sem estresse e de forma simples:
– É importante tem tudo à mão na hora de preparar o prato, para não ter perigo de se distrair e perder o ponto;
– Pique sempre a cebola e alho bem pequenos. Temos que sentir os sabores, mas não sua textura;
– Para saber se o álcool do vinho já evaporou basta chegar um pouco mais próximo e sentir o cheiro. Se o nariz arder é porque ainda há álcool.
– Mantenha o caldo sempre quente, numa panela, enquanto prepara o risoto;
– Não afogue o arroz com o caldo. Vá adicionando-o aos poucos, com o auxílio de uma concha, mexendo sempre, até que o arroz absorva o líquido. Ai sim, acrescente mais;
– A cocção deve demorar de 15 a 20 minutos (o tempo varia de acordo com o arroz, então sempre prove, para ver o ponto);
– O ponto ideal é al dente, quando o grão está cozido, mas, ao mordê-lo, o centro apresenta resistência;
– Se tem dúvida de quanto risoto irá servir, meça a quantidade de 1 xícara de café (aprox. 75g) por pessoa.
– O correto (e meu ponto favorito) é deixar o risoto all’onda, ou seja, ele deve ficar cremoso, mas ainda fluido – Cuidado! Não é para não deixá-lo aguado! Tem que ter uma textura cremosa, mas, ao colocar no prato e dar uma batidinha nele, na mesa, ele deve formar uma “onda”, dai o nome característico.
– 
Assim que o arroz estiver quase al dente, adicione os sabores que quiser e mexa bem. Desligue o fogo e acrescente o parmesão com cubinhos de manteiga gelada (mantecatura), mexendo até que tudo esteja bem misturado.
– Acrescente sal e pimenta apenas no final, já que o parmesão (além de outros ingredientes que poderão ser adicionados) já é salgado.
– O risoto deve ser servido imediatamente após seu preparo, já que sua cocção continua e ele resseca em pouco tempo.
– Se sobrar, não jogue fora! Dá para fazer arancini (bolinhos de risoto) com as sobras (ainda não tem receita por aqui, mas estou providenciando).

risottoscurso2

É isso! 🙂 Quero fazer um vídeo em breve, explicando o passo-a-passo!
Se você tem mais dicas que facilitam o preparo de um risoto, deixe aqui nos comentários. Ficarei feliz em acrescentá-las aqui, com os devidos créditos.
E, por falar em créditos, tudo o que sei sobre o assunto, devo à minha professora/prima gastrônoma talentosa, Isabella, que me ensinou tudo! ❤

Anúncios

Um comentário em “Risoto sem mistérios!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s